João Teófilo

João Teófilo é mestre em História Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e doutorando em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). É membro do Núcleo de Estudos Culturais: História, Memória e Perspectiva de Presente (NEC) da PUC-SP, e do Laboratório de História do Tempo Presente (LHTP) da UFMG. Atuou como pesquisador do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC/Centro de Relações Internacionais FGV-SP), fez parte da Comissão Editorial da Revista Temporalidades (UFMG) e atualmente integra o Conselho Editorial (Área: Ciências Humanas/História) da editora SertãoCult. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil República e História Contemporânea. Suas pesquisas concentram-se em questões relacionadas ao golpe de 1964 e à ditadura militar, abordando temas como cultura política, imprensa, memória e Justiça de Transição. Organizou a coletânea “A ditadura civil-militar em Sobral: aliança, ‘subversão’ e repressão” (2017) e é autor do livro “Nem tudo era censura: imprensa, Ceará e ditadura militar” (2019). É colaborador permanente do site História da Ditadura (http://historiadaditadura.com.br/).

Obras do autor publicadas pela SertãoCult

A ditadura civil-militar em Sobral-CE: aliança, “subversão” e repressão