Campos de concentração no Ceará são destaque no JN

Sofrimento dos flagelados também foi retratado no volume 2 da série Nas Trilhas do Sertão, publicada pela Editora SertãoCult


O tombamento dos prédios do campo de concentração dos flagelados da seca do início da década de 1930 em Senador Pompeu foi tema de reportagem no Jornal Nacional desta segunda-feira (5 de agosto). Alguns entrevistados destacam os horrores vividos pelos sertanejos que buscavam salvação e acabavam aprisionados pelo governo estadual.

O assunto foi abordado no volume II da série de livros Nas Trilhas do Sertão, publicado pela Editora SertãoCult em 2015. No artigo que fecha a obra, assinado pela professora Maria Janicleia dos Santos, o cenário é diferente, mas a história, infelizmente, semelhante. A autora mostra em seu texto um pouco da rotina no campo de concentração de Ipu.


“O Campo de Concentração era uma cidade, ‘cidade dos pobres’, como nos diria Antonio Vitorino Farias Filho. Essa cidade foi inicialmente vista como um sonho a se alcançar, e depois do convívio com ela, um fardo a se carregar. Ora desejada, ora repugnada, vista como o lugar do sofrimento, onde chefes gritavam com o povo, onde todo dia pessoas morriam, onde a comida não dava para metade dos assistidos. Mesmo assim, a cidade era buscada e retirantes sempre chegavam, afinal, era a única salvação” (p. 185).

Nas trilhas do sertão: escritos de cultura e política nos interiores do Ceará, é uma coletânea de artigos escritos por historiadores cearenses, organizada pelos membros do Grupo Outra História*. A segunda edição foi organizada por Antonio Vitorino Farias Filho e Antonio Iramar Miranda Barros.



*Grupo Outra História: entidade de pesquisa historiográfica, formada originalmente por historiadores profissionais de Ipu, fundada em 2004, e atualmente congrega historiadores de outras cidades, como Camocim e Sobral.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.