Seca, cultura e movimentos sociais: ensaios em História Social – Volume 2

Organizadores:
NEVES, Frederico de Castro
RAVENNA, Monyse

ISBN: 978-65-87429-78-6 (impresso)
ISBN: 978-65-87429-79-3 (e-book/pdf)
DOI: 10.35260/87429793-2020
Ano de publicação: 2020
242 páginas

Como citar:
ABNT: NEVES, Frederico de Castro; RAVENNA, Monyse (Orgs.). Seca, cultura e movimentos sociais: ensaios em História Social – Volume 2. Sobral-CE: Editora SertãoCult, 2020.

APA: Neves, F. C.; Ravenna, M. (Orgs.). Seca, cultura e movimentos sociais: ensaios em História Social – Volume 2. Sobral-CE: Editora SertãoCult, 2020.

Baixe aqui o seu livro gratuitamente

O GTSeca – Seca, Cultura e Movimentos Sociais – tem como objetivo promover o debate entre estudantes de graduação e pesquisadores que se interessem pela questão do mundo do trabalho no Ceará, desde a consolidação da colonização portuguesa aos conflitos do tempo presente. As discussões tratam sobre a agência e experiência de trabalhadores, livres ou escravizados, em seus ambientes de trabalho, habitação e lazer, sejam em cenários urbanos ou sertanejos. Destacam-se também as práticas de convívio social, na criação de espaços de sociabilidade e na cultura popular, perceptíveis através da produção literária e intelectual, da literatura de cordel, nas formações de zonas de contato interétnico, festividades, manifestações de religiosidade popular e tradições orais. O fenômeno migratório também é foco das discussões desenvolvidas.

SUMÁRIO

História Social, Trabalho Coletivo e Pesquisa Documental / 7
Frederico de Castro Neves
Tempo de festas, tempo de promessas, tempo de secas: fuga, sociabilidade e solidariedade na construção de espaços de
autonomia / 13
Diego Cavalcanti Araújo
Bandidos sertanejos: ações criminosas no Ceará nas primeiras décadas do século XIX / 37
Tyrone Apollo Pontes Cândido
O medo da multidão: ações em massa, criminosos e retirantes nas províncias do norte na seca de 1877-1879 / 55
Francisco Ramon de Matos Maciel
Catolicismo militante e mutualismo operário na constituição da Legião Cearense do Trabalho / 81
Eduardo Oliveira Parente
A fome que revolta: passeatas, motins, saques e outras ações dos migrantes abrigados na Hospedaria Getúlio Vargas (Fortaleza-CE, década de 1950) / 111
Renata Felipe Monteiro
“Um sindicato organizado e um povo consciente obriga os patrões a pagar os seus direitos”: uma história da luta camponesa no Ceará (1950-1964) / 131
José Romário Rodrigues Bastos
A propriedade em litígio: o conflito da Fazenda Japuara em Canindé (CE) / 159
Brenda Timbó Mendes
Elas estavam lá: trabalho e não trabalho nas experiências de mulheres nas construções do Açude Araras (1951-1958) / 185
Francisco Magnel Carvalho Rodrigues
Dilemas da luta pela terra: Igreja, memória e militância política / 211
Francisco Ruy Gondim Pereira

Confira o Volume 1 clicando na imagem