Coleção História e Historiografia Volume 4: História Agrária, Migrações e Escravidão

Organizador:
Mário Martins Viana Júnior

ISBN: 978-65-87429-54-0 (impresso)
ISBN: 978-65-87429-55-7 (e-book/pdf)
DOI: 10.35260/87429557-2020
Ano de publicação: 2020
569 páginas

Como citar:
ABNT: VIANA JÚNIOR, Mário Martins (Org.). História Agrária, Migrações e Escravidão. Coleção História e Historiografia, v. 4. Sobral-CE: Editora SertãoCult, 2020.

APA: Viana Júnior, M. M. (Org.). História Agrária, Migrações e Escravidão. Coleção História e Historiografia, v. 4. Sobral-CE: Editora SertãoCult, 2020.

Baixe aqui o seu livro gratuitamente

Livro com artigos apresentados no VI Seminário Internacional História e Historiografia. Os trabalhos aqui reunidos fizeram parte dos Simpósios Temáticos “História agrária e deslocamentos: terra, trabalho e migrações”, “Trabalho, cultura e migrações (Norte, Nordeste e Centro-Oeste)”, “Amazônia, migrações e trabalho”, “História e Historiografia dos Sertões em múltiplas leituras” e “Escravidão negra de origem africana no Brasil setentrional”. Através dos textos aqui reunidos, o/a leitor/a poderá fazer uma longa imersão temporal e espacial, com foco nas regiões Norte e Nordeste do país. Perscrutando os séculos XIX , XX e XXI, há estudos que contemplam as diferentes formas de acesso e uso da terra, bem como a variedade de tipos de trabalhos e conflitos no meio rural.


SUMÁRIO

História agrária e deslocamentos: terra, trabalho e migrações

Projeto Rita e a “aliança para o progresso” no nordeste brasileiro (1945-1973) / 17
Assis Daniel Gomes
Do sertão potiguar aos seringais amazônicos: seca, estado e migração / 31
Tuylla R. T. da Cunha
O Agro entre a Cultura e o Negócio: Embates camponeses do século XXI, Apodi – RN /47
Sarah Campelo Cruz Gois
“Reforma agrária se faz com homens, não com a terra”: a “lei do boi” como estratégia de reprodução social dos grupos dominantes agrários (1968-1985) /63
Wallace Lucas Magalhães
Terras de aldeamentos na Amazônia do século XIX /77
Fracivaldo Alves Nunes
De cativo da terra a trabalhador escravizado na Amazônia (1970-2000) /97
Cristiana Costa da Rocha
Terra, deslocamentos e trabalho escravo (Miguel Alves, Piauí 1980-2020) /109
Marcelo Aleff de Oliviera Vieira

Trabalho, cultura e migrações (Norte, Nordeste e Centro-Oeste)

A reinvenção do trabalho infantil no século XIX na região do Cariri /123
Maria Ivanda da Silva
A saúde dos operários no projeto da Legião Cearense do Trabalho: Fortaleza: 1931-1934 /137
Carlos Henrique Brasil Costa
A construção do vazio demográfico e o apagamento dos povos indígenas / 153
Francieli Aparecida Marinato
Retirantes do norte, migração e colônia agrícola Socorro (PE) na seca de 1877-79 / 171
Francisco Ramon de Matos Maciel
“Deslocados da Seca” na Hospedaria Getúlio Vargas: trajetórias de migração para diversas paragens (Fortaleza/CE, década de 1950) / 187
Renata Felipe Monteiro
Cotidiano das trabalhadoras domésticas em Fortaleza (1920 -1940) / 203
Juliana Magalhães Linhares
“Quem faz a limpeza das cidades? Trabalhadores pobres e cotidiano em Fortaleza (1900 – 1930) / 215
Amanda Guimarães da Silva
Camponeses-operários: trabalho e identidade social de sertanejos migrantes na construção do Açude Araras (1951-1958) / 227
Francisco Magnel Carvalho Rodrigues
Movimentos populares nas secas do Ceará (1979-1993) / 243
Francisco Ruy Gondim Pereira
Joaquim Antonio de Amorim / 257
Luis Augusto Barbosa Quaresma
Vizinhança, sociabilidade e festa: os trabalhadores de Fortaleza nas décadas de 1920 e 1930 / 273
Eduardo Oliveira Parente

Amazônia, migrações e trabalho

Imperialismo, povos nativos e violência nas narrativas de viagem de Roger Casement / 291
Diná Schmidt
Deitado em berço esplêndido. O sonho de Brasil potência, os projetos governamentais de desenvolvimento / 309
Vitale Joanoni Neto
Leidiane Gomes de Souza


História e Historiografia dos Sertões em múltiplas leituras

Des (costurando) sentidos: o vaqueiro do sertão nordestino no espaço discursivo da moda brasileira / 343
Marcelino Gomes dos Santos
Territórios de papel: a modernização do território cearense nas Cartografias históricas da segunda metade do século XIX / 359
Ana Isabel Ribeiro Parente Cortez Reis
O sertão na perspectiva de Ademar Vidal e a escrita de um roteiro sobre a Paraíba / 377
Maria Joedna Rodrigues Marques
O Alto Sertão do Cariri: o Império do Brasil e a revolta do Pinto Madeira com seu exército de ‘cabras’ / 387
Ana Sara Cortez Irffi
Cartas, memórias e representações dos sertões do Seridó / 407
Brena da Silva Dantas
O sertão como espaço de interesses: expansão territorial na Guerra dos Bárbaros (Rio Grande, segunda metade do séc. XVII) / 421
Lívia Brenda da Silva Barbosa
Narrativas do Cangaço e (re)vivências do passado: Os Cangaceiros de Paulo Afonso / 437
Isabela Mouradian Amatucci
O sertão na arte: representações e contrastes na série Retirantes de Cândido Portinari (século XX) e Thales Kelven (século XXI) / 451
Gleice Linhares de Azevêdo
Ação da Inquisição, da igreja e da sociedade nos processos de inquisição nos sertões do Siará Grande (1750-1790) / 467
Adson Rodrigo Silva Pinheiro
Gênero e Prostituição: história e memória no sertão da Paraíba / 483
Ana Maria da Silva Gomes de Oliveira Lucio de Sousa
O sertão em fontes administrativas e judiciais (Seridó, século XVIII) / 499
Helder Alexandre Medeiros de Macedo
Mal-estar no sertão: entre letrados e políticos, Eloy de Souza contra as secas (1925-1940) / 517
Ledson Marcos Silva

Escravidão negra de origem africana no Brasil setentrional

Caridade, humanitarismo e liberdade: a retórica feminina do abolicionismo belenense (1882-1888) /535
Carlos Denizar de Souza Machado
Literatura de viagem / 551
Aline Jeronimo Barros
Índice remissivo / 565

Confira os outros títulos da Coleção História e Historiografia